AFTER TIPS CATEGORIAS DICAS PRODUÇÃO TUTORIAIS

AFTER EFFECTS: TRANSIÇÕES COM MÁSCARAS

12 de março de 2020

author:

AFTER EFFECTS: TRANSIÇÕES COM MÁSCARAS

Fala pessoal! Trabalhar transições na sua produção pode ajudar na estética e na dinâmica do seu vídeo final, além de ajudar a contar a sua história. Existem nos programas de edição de vídeo e animação como Adobe Premiere e After Effects algumas transições simples, outras mais elaboradas e inclusive os famosos jump cuts, os cortes secos, bastante utilizados no YouTube para cortar as respirações durante a fala.

Contudo, hoje vamos falar sobre um tipo de transição específico feito utilizando o Adobe After Effects. Confira no vídeo abaixo do OZI Tools, onde professor Francisco Catão explica como fazer essa transição também conhecida como In-camera, por utilizar elementos da própria gravação para alcançar o resultado. Dá uma olhada:

Transições com máscaras no Adobe After Effects

Em primeiro lugar, para fazer este tipo de transições é necessário procurar na sua gravação algum elemento que atravesse a tela tanto horizontal quanto verticalmente. Portanto, é importante pensar nessa transição na hora em que você estiver filmando, para que seja possível criar esse elemento que vai ser trabalhado na pós-produção.

Agora é preciso criar uma máscara. Como ela não precisa de um formato específico, uma vez que ela vai “descortinar” o vídeo que estará embaixo, você pode criar a máscara clicando duas vezes no quadrado no canto superior esquerdo do After Effects.

Animando a máscara no After Effects

Em seguida, é hora de animar a sua máscara para que ela acompanhe o elemento escolhido na tela e crie a sensação de descortinar o vídeo seguinte. Clique em Mask > Mask Path para começar a configurar o caminho da sua máscara.

Agora você precisa fazer com que a máscara acompanhe o elemento. Mova o cursor para pontos importantes da cena e depois arraste os pontos da máscara de forma que ela siga o seu elemento.

Dica: neste momento pode ser interessante aumentar a visualização utilizando o scroll do mouse. Outro atalho interessante é usar o Shift para manter a linha da máscara sempre reta.

O resultado final

Depois de animar a sua máscara para que ela acompanhe o elemento durante toda a tela pode ser uma boa usar o recurso Mask Feather para criar uma espécie de efeito “embaçado” e não mostrar os cortes.

Dá uma olhada como ficou o resultado final:

Para concluir, como você pôde ver esta é uma transição um tanto mais complexa e trabalhosa. Contudo, ela pode ajudar a agregar valor ao seu vídeo. É uma transição simples, porém que oferece um charme à sua produção. Ela é bastante utilizada por diretores como Edgar Wright (Baby driver, Madrugada dos Mortos).

Espero que tenha gostado e que essa dica possa ajudar a aprimorar as suas produções. Não se esqueça de acompanhar o canal da OZI no YouTube para receber .mais conteúdos interessantes como este.

Até a próxima!

Deixe o seu comentário