CARREIRA CATEGORIAS DICAS FILMAGEM OZI VLOG PRODUÇÃO

10 DICAS APRA COMEÇAR A FAZER VÍDEOS

29 de novembro de 2019

author:

10 DICAS APRA COMEÇAR A FAZER VÍDEOS

Fala pessoal! Começar a trabalhar com vídeos não é uma tarefa simples, não é mesmo? Ainda assim é uma atividade que pode mudar a sua vida profissional e levar a sua carreira para outro nível.

Para quem está iniciando a carreira nos vídeos, Maurício Fonteles deu uma lista de dicas sensacionais que precisam ser anotadas com carinho no seu planner, na sua agenda ou até mesmo para deixar ao lado da sua ilha de edição.

Assista abaixo:

1. Fazendo você aprende muito

Antes de mais nada, essa primeira dica é super importante: faça mais vídeos. Isso porque fazer vídeos, demanda prática e “horas de vôo”, como já falamos aqui em outras oportunidades.

Ou seja, não adianta apenas ficar estudando, ler todos os livros e assistir todos os tutoriais do YouTube. È claro que é importante entrar de cabeça nesse universo de maneira teórica, mas nada funciona tão bem se não for aplicado.

Fazer vídeo é um processo criativo, porém, ele está intimamente envolvido com a resolução de problemas. A prática direcionada traz uma bagagem e, quanto mais bagagem você tiver, mais facilidade você terá para resolver os desafios que aparecerem pela frente.

2. Invista muita energia na edição

“Hoje em dia, se você não edita, você fica pra trás” esta frase dita por Maurício no vídeo acima é pra dar a você a dimensão desse fator.

Todo mundo que trabalha com vídeo precisa saber editar. Afinal de contas, é na edição que você vai ver o que deu certo ou não na hora da filmagem. Neste momento, você começa a enxergar e aprender de fato o que pode ou não funcionar em uma gravação e, com isso, aumentar a sua bagagem para produzir vídeos.

3. Equipamentos são ferramentas, não brinquedos nem presentes

Ao entrar nesse mundo, você passa a se encantar com a quantidade de equipamentos e alternativas para o seu trabalho. Por isso, você tem que entender que é extremamente necessário separar a vontade de ter e a necessidade.

Sim, uma câmera pode facilitar o seu processo de produção! Entretanto, será que você está no momento certo para investir numa câmera nova? É essa a ferramenta que você precisa agora? É preciso medir a exata necessidade para não entrar em roubadas e nem deixar equipamentos sem uso no seu setup.

“Comprar uma lente nova vai trazer um beneficio financeiro para o seu trabalho? Você tem que se perguntar isso antes de tomar uma decisão para não ficar se premiando com os equipamentos e sim fazendo escolhas que sejam certeira para a sua nova empresa” –Maurício Fonteles

4. Domine todas as funcionalidades dos seus equipamentos

É muito importante que você conheça a fundo os seus equipamentos. Dessa forma, você vai quebrar a parte de operar e vai começar a pensar naquela ferramenta apenas como um elemento criativo. Passeie pelo menus, teste as variáveis da sua câmera e entenda como tudo funciona.

O importante é que você se sinta completamente confortável. Para que no meio de uma gravação se você precisar alterar uma configuração às pressas, você saiba exatamente onde encontrar e não perca tempo com este tipo de detalhe.

Lembre-se: seus equipamentos tem que evoluir junto com você.

5. Crie um processo simples e que você possa replicar nas suas produções

Na hora que você for começar a produzir vídeos, vão aparecer muitas variáveis. Você precisa estabelecer um método de trabalho. Isso quer dizer desde o trato com os clientes, até a separação de equipamentos, a filmagem, organização de material etc.

É importante que você consiga definir o seu workflow para facilitar o seu trabalho. Assim, você passa a dominar o que está acontecendo com tranquilidade para saber que está seguindo as etapas corretas. Se cada vídeo você fizer de um jeito diferente, você nunca saberá onde está acertando ou errando.

6. Não se compare, se inspire

Sabe quando você assiste aquele vídeo do YouTube de uma pessoa que você admira e você se vê muito distante daquele estilo de gravação, edição etc? Entenda que aquela pessoa também já esteve no seu lugar. Ou seja, essa pessoa começou, errou, bateu cabeça. A diferença é que ela persistiu até chegar naquele nível.

Quando assistir algo que você considere incrível, sinta-se inspirado, motivado a melhorar seu trabalho, não frustrado por não conseguir alcançar toda aquela genialidade ainda.

7. Se aproxime de quem está fazendo vídeos

Quanto mais você estiver sozinho, mais devagar você anda. Ao se juntar com outras pessoas, você terá pontos de referência, vai poder tirar dúvidas, ter ideias etc. Você só ganha ao estar junto de pessoas que fazem o que você faz.

Maurício conta sobre o senso de comunidade criado inclusive pela OZI e como isso acaba mudando o jogo para muitas pessoas no mercado.

8. Divirta-se com o seu aprendizado

Se você às vezes tenta fazer algo e não consegue, evite se frustar. Procure levar o seu aprendizado sempre de maneira leve. Existe uma caminhada, um período que pode ser mais rápido ou mais devagar. De qualquer forma, você precisa curtir essa jornada. Comemore cada passo à frente, motive-se a cada desafio que pareça impossível de lidar.

Curtindo cada etapa, seu conhecimento vai avançar muito mais rápido e com muito mais tranquilidade.

9. Áudio é tão importante quanto a imagem

Você pode ter parado pra pensar nisso, mas é importante frisar. Muitas pessoas acreditam que as imagens de alta qualidade bastam para uma produção excelente. Porém, com um áudio prejudicado, acredite, você não vai gostar do resultado final.

Portanto, dedique tanta energia para a gravação do áudio quanto você gasta para a gravação do vídeo. Dessa forma, você garante vídeos espetaculares em todos os sentidos.

Lembrando também que quando falamos de áudio, não falamos apenas sobre microfones. Gravar em um ambiente silencioso, pode ser meio caminho andado para conseguir um som de qualidade para o seu vídeo.

10. Faça vídeos para outras pessoas

Mesmo que você esteja começando, experimente produzir conteúdos para outras pessoas, eventos, marcas que você se interesse. Muito provavelmente o seu primeiro trabalho não será remunerado, porém ter uma outra pessoa nessa equação muda a responsabilidade e a maneira que você lida com a produção de vídeo ela vai ser com mais seriedade e preocupação.

Isso é bom porque leva o seu trabalho para um outro nível. Fora a experiência, isso pode lhe trazer mais contatos. Afinal de contas, fazer networking é uma excelente forma de começar a divulgar o seu trabalho.

E aí, gostou? Essa é uma lista básica para quem está começando. Por isso, neste vídeo Maurício finaliza deixando a dica para você anotar essas dicas e deixar elas sempre por perto, até que você internalize e faça tudo isso naturalmente no seu dia a dia.

Espero que tenha gostado. E não se esqueça de acompanhar o canal da OZI no YouTube para receber muito mais conteúdos interessantes para a sua carreira como videomaker. Até mais!

Deixe o seu comentário