CÂMERAS CATEGORIAS DICAS FILMAGEM PRODUÇÃO

5 DICAS PARA FIXAR O FOCO NA GRAVAÇÃO

16 de setembro de 2019

author:

5 DICAS PARA FIXAR O FOCO NA GRAVAÇÃO

O grande apelo das câmeras Mirrorless e DSLR sempre foram as belas imagens que essas câmeras poderiam produzir quando comparadas às câmeras de vídeo que tínhamos antigamente. As câmeras anteriores (não cinematográficas) tinham sensores muito pequenos, o habitual sendo 1/3 ″, e não conseguiam produzir todo os efeitos mais suaves no fundo, por exemplo, como o cinema e seu filme S35 pode criar.

Mas com esse efeito bokeh suave e bonito (e com resoluções maiores também) surgiu um novo problema: as imagens fora de foco. E claro que, numa produção profissional, o videomaker não pode permitir isso, certo?

Portanto, confira abaixo esses 5 hacks que podem ajudá-lo a definir o foco perfeito para as suas produções daqui em diante:

Neste post, não vamos nos alongar demais sobre as razões que permitem que sensores maiores tenham menos profundidade de campo (ou DOF, para abreviar). Basta saber, por uma questão de foco, que é uma limitação devido à física da luz. O resultado, no entanto, é o que é importante para nós, pois ter uma imagem nítida e clara é a prioridade para todos os videomakers.

Caso você esteja entrando de cabeça neste universo da gravação de vídeos, é provável que esteja tendo problemas para manter sua imagem da maneira correta, então há alguns pontos-chave que você deve ter em mente. Confira abaixo!

1. Mantenha distância

Primeiramente, esta não é uma dica propriamente dita, pois deve ser considerado o básico do foco, ainda que nem todos tenham experiência e sabem tudo, certo? A lição é simples. Depois de focar o objeto ou o personagem, você não deve alterar a distância da câmera.

Se você se mover, você o leva lentamente para fora da sua área de foco. A largura dessa área focada é o que você costuma chamar de profundidade de campo. Sabendo que você perceberá que começará a pensar em suas fotos de maneira diferente, crie cenas e quadros em que há menos movimento do talento em direção ou fora da câmera.

2. Conheça o seu foco automático

Pode parecer uma piada, mas o foco automático pode ser um verdadeiro salva-vidas, quando usado bem. De fato, o que realmente é problemático nos sistemas de foco automático é o AF contínuo, já que a câmera continua procurando o ponto de foco correto e pode arruinar uma imagem perfeita. Então, no que devemos colocar nossas câmeras? Bem, a melhor configuração é provavelmente “clicar para focar”.

Dessa forma, sua câmera estará focando apenas quando quiser e, depois de acertada, ela a mantém exatamente onde você deseja. Outra opção viável é o foco automático local: como você já deve imaginar, essa opção permite manter a câmera sempre focando no mesmo local.

Isso pode funcionar como uma ferramenta criativa, pois você pode realmente tirar o foco se mover a câmera sem problemas. É verdade que funcionará melhor em uma câmera de ponta, mas ainda assim, é um bom truque para se ter em mente.

3. Marque seus pontos de foco

Existe um truque usado pela maioria dos extratores de foco em todo o mundo: marcar os pontos de foco. Eles costumam usar fita adesiva para marcar os pontos em que os personagens precisam estar em foco. Você pode fazer algo semelhante na própria lente se não tiver um foco a seguir. Lembre-se de que nem todas as lentes focam na mesma direção. Durante o aprendizado, pode ser útil marcar a direção certa na lente.

4. Use as configurações corretas

Existem alguns conceitos básicos que você deve aprender sobre óptica. Mais uma vez, estamos apenas arranhando a superfície e simplificando demais por uma questão de clareza. Dito isto, você notará imediatamente que quanto mais você fechar sua íris, aumentando o número de f-stop, mais aumentará a largura da sua área em foco.

A chamada profundidade de campo cresce proporcionalmente à abertura da sua lente.

5. Grave fora de foco

Quando você está em uma situação difícil, se não tiver certeza de acertar o foco perfeitamente, seria melhor adotar a aparência borrada. Não é tão louco quanto possa parecer. Às vezes, é melhor ter uma imagem propositalmente fora de foco, em vez de uma imagem com uma leve desfocagem. Essa última diz claramente ao público: “Isso foi um erro de foco!”.

Se o personagem se virar e se afastar da câmera, não tente puxar o foco. Deixe-o desaparecer no bokeh suave e cremoso de seus primos, talvez até mesmo puxando o foco na direção oposta! Dessa forma, você terá uma imagem muito mais atraente.

*

Estas dicas são imprescindíveis para quem está procurando novas formas de focar sua câmera em produções de vídeo. Espero que tenha gostado e que essas dicas sirvam para melhorar e aprimorar o seu trabalho enquanto videomaker.

Não se esqueça de acompanhar o canal da OZI no YouTube para receber muito mais conteúdos como este. Até a próxima!

Deixe o seu comentário