CARREIRA CATEGORIAS DICAS OZI VLOG XP HISTÓRIAS

XP HISTÓRIAS – ALEXANDRE MARTINS

20 de julho de 2020

author:

XP HISTÓRIAS – ALEXANDRE MARTINS

Fala pessoal, tudo bem? Muita gente até hoje acredita que cidades pequenas não têm mercado para quem faz vídeo. Entretanto, se você parar um tempo pra pensar no assunto, vai entender que nestes casos você tem sempre duas alternativas a) reclamar da falta de mercado e b) entender que existe um mercado pronto para ser aberto por você mesmo. Por isso, hoje na série XP Histórias vamos contar a história do Alexandre Martins, videomaker baseado em Capistrano, no interior do Ceará, uma cidade com pouco mais de 20 mil habitantes.

Além de enxergar oportunidade em um mercado absolutamente livre pela frente, Alexandre foi também aluno do OZI XP. Isso o levou de um faturamento pequeno até cerca de 6 mil reais por mês, apenas fazendo vídeo.

Confira abaixo a história de Alexandre Martins no XP Histórias:

Trajetória profissional

Em primeiro lugar, Alexandre conta que já fazia vídeos antes mesmo de conhecer a OZI. Apesar disso, ele diz que ainda não tinha enxergado todo o potencial que o vídeo poderia agregar ao seu trabalho e assim começou a se interessar e se aprofundar melhor na área. “Eu tive a necessidade de procurar uma captação melhor, pra ter um produto de mais qualidade e acabei achando a OZI. Surgiu essa paixão e eu consegui reconhecer mesmo o que eu queria”, diz.

Com todo esse conhecimento em mãos, Alexandre saiu para tentar conquistar seus clientes por meio do vídeo. Contudo, ainda existiam alguns empecilhos com os quais ele tinha de lidar, como a relação das pessoas da sua cidade com as redes sociais, por exemplo.

“Muita gente fala que a cidade pequena não tem mercado, né. É uma coisa que a gente complementa sempre. O mercado quem faz é a gente. Você sabendo apresentar o produto, o valor, os benefícios daquele serviço que você quer prestar para o cliente, você consegue abrir o seu mercado, você consegue fazer o seu mercado”, reflete Alexandre.

Pós XP

Alexandre avalia o treinamento do OZI XP como o ponto de virada para a sua carreira. “Antes eu ia fazer um vídeo e não sabia o que fazer entre aspas, levava o equipamento, mas ficava de um lado para o outro. Hoje não, eu tenho método, chego, já sei o que vou levar, já sei o que vou fazer. Já faço uma pré-produção, já tenho o roteiro do que vou fazer na produção e isso me ajudou demais”, comenta.

Como disse Alexandre, no começo de sua carreira a dificuldade maior foi encaixar as expectativas dos clientes à realidade das redes sociais. Ou seja, adaptar seu conteúdo para um público com o perfil da cidade em que ele vive.

Um outro ponto importante foi o fato dele ter começado a trabalhar usando seu celular, o que num primeiro momento impactava os clientes, depois passou a se tornar natural, segundo Alexandre.

Dessa forma, Alexandre saiu de um baixo rendimento para faturar 6 mil reais por mês, trabalhando apenas com produção de vídeo.

XP Histórias Alexandre Martins: o importante é dar o primeiro passo

Um dos pontos mais interessantes deste vídeo do Alexandre, além de toda a sua trajetória de crescimento e conquista profissional, é quando ele fala sobre a importância de ter começado a fazer vídeo e procurado se profissionalizar nesta área.

Por fim, dar esse primeiro passo é extremamente importante, tanto para você descobrir esse universo, quanto para se encantar com uma nova possibilidade para a sua carreira.

Espero que você tenha gostado! E não se esqueça de acompanhar e se inscrever no canal da OZI no YouTube para receber mais conteúdos interessantes para a carreira de videomaker.

Até a próxima!

Deixe o seu comentário